quarta-feira, 7 de novembro de 2012

TEMA: MARIA E A ANUNCIAÇÃO DO ANJO

   Já estamos nos aproximando do final do ano e com ele uma das festas mais importantes de nosso calendário cristão católico,  o Natal.
   Que tal começarmos a introduzir temas que levaram as crianças a entenderem o verdadeiro sentido do natal?

Objetivo:
- Possibilitar aos catequizandos descobrirem que Maria foi escolhida por Deus para ser a Mãe de Jesus.
- Reconhecer que Deus escolheu Maria para ser também a nossa mãe.
- Reconhecer Maria como fiel colaboradora e seguidora de Jesus, fazendo com que a igreja se sinta uma família.
- Reconhecer que o SIM dado por Maria deve ser o sim de todos nós.

 Conteúdo do Encontro:
- Utilizando a bíblia contar a história de Maria e como recebeu a notícia de que seria a mãe do Salvador.
- A visita a Isabel é uma lição de caridade.
- Através do Magnificat, Maria mostra que conhece toda a história da Salvação, está aberta para Deus e para os homens, é fiel aos profetas, conhece a realidade, angústia e esperança do seu povo, tem o coração voltado para Deus e os pés no chão.

Colocação do tema:
Contar a história utilizando a bíblia.
- Colocar em destaque uma imagem de Nossa Senhora.
- Comentar: Se somos filhos de Maria, como devem ser a nossa vida de irmãos?
- Conversar: quantas vezes sentimos dificuldade em obedecer, porque nem sempre entendemos que o que as pessoas nos pedem é para o nosso bem e principalmente porque nos amam.

 Leitura : Lc 1, 26-56

 Ambientação: toalha, flores, bíblia, imagem

 Momento de Oração:  Refletir sobre a presença de Maria em nossa vida, nos momentos em que estamos em dificuldades. Relembrar em silêncio as graças que recebemos por sua intercessão. Rezar pedindo proteção a todos os que sofrem.

Sugestão de atividades: Desenhar o rosto do anjo e colorir o desenho

                                

Aprofundamento para o catequista:

   Dizer sim a Deus no nosso dia-a-dia nem 
sempre é fácil, não e mesmo? Mas, existe uma
pessoa que não exitou em fazer a vontade de Deus: Maria.
   Na anunciação ela de fato entregou-se e manifestou a obediência da fé a Deus por meio do seu mensageiro, o Anjo Gabriel. E no Evangelho de Lucas 1,26-28, escrito entre os anos 75 a 90, que encontramos o chamado de Maria com a visita do Anjo Gabriel, enviado por Deus: "Ave, ó cheia de graça!" A palavra graça é acompanhada por uma frase singular: "0 Senhor está contigo". Isto significa que Maria terá apoio incondicional para realizar o que Deus espera dela.
   Com essas palavras, Maria "perturbou-se"diante do inesperado de sua vocação. Mas,
generosa e reflexiva, soube dialogar com o mensageiro, procurando entender por que ela
seria a favorecida de Deus. Gabriel a anima, pedindo que não temesse, pois Deus a havia
escolhido, não como um privilégio, mas como agraciada com a maternidade messiânica: "Eis que conceberás e darás a luz um filho ... "
    Maria compreende o que se realizara por intermédio dela; mas, sua atitude disponível e
responsável a leva a perguntar como isso se dará. O anjo lhe responde que sua maternidade acontecerá por obra do Espírito Santo. Tomando consciência de que para Deus nada é impossível, abriu seu coração, e de seus lábios brotou a resposta definitiva: "Faça-se em mim segundo a tua palavra". Essa atitude de Maria é o ápice de sua vocação, manifestada na vontade de cumprir prontamente o que o Senhor anunciou. A partir desse momento, o Salvador tão esperado esta entre nós, homem como nós, nosso irmão. Maria, a primeira a crer em Jesus como Filho de Deus e Salvador do mundo, por sua vontade e entrega confiante, alegre, total e irrestrita à vontade de Deus, torna-se mãe de Cristo. Concebe-o em seu coração antes de concebê-lo em seu ventre. Ela é o modelo dos que ouvem e praticam a Palavra de Deus, como dirá mais tarde o próprio Jesus: "Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática" (Lc 8,21).

Fonte: Crescer em Comunhão Vol. I - Editora Vozes

Nenhum comentário: