segunda-feira, 29 de agosto de 2011

REPASSANDO PRESENTÃO PARA NÓS DO GRUPO CATEQUISTAS UNIDOS...

AGORA ESTAMOS LISTADOS NO BLOG DE CATEQUESE DA CNBB, MAIS DETALHES NO BLOG DA CLAUDIA CATEQUESE NA NET, PASSEM LÁPARA CONFERIR....



SEDE PRATICANTES DA PALAVRA E NÃO MEROS OUVINTES Tg 1,22

   Dia especial, dia de festa e de muita partilha reunindo catequistas de cinco Paróquias de nossa região, foi muito bom...



Padre Derville, Padre José Antonio, Padre Miguel e Padre Edvaldo


Pequeno grupo de catequistas, dos noventa, da Paróquia Santa  Bernadete, foi difícil conseguir reunir todos.....

sábado, 27 de agosto de 2011

DIA DO CATEQUISTA

Queridos amigos, quero celebrar juntos com vocês, este dia dedicado a nossa vocação,que nós continuemos unidos em Cristo, pois fomos chamados ao serviço da Comunicação de Deus.
Este cartão ofereço a todos vocês do Grupo Catequistas Unidos e com ele vai minha admiração e carinho!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

CONTRA-VALORES E ATITUDES NEGATIVAS QUE NÃO FAZEM VOCÊ UM VERDADEIRO CATEQUISTA...

1 - Catequizar apenas para receber sacramentos.
2 - Organizar a catequese como escola com "aulas", professores e alunos.
3- Ter encontros só de doutrinação.
4 - Ter pouco acolhimento.
5 - Excluir a participação em equipe.
6 - Ter pouca criatividade.
7 - Prejudicar as necessárias informações por falta de comunicação.
8 - Ser dispersivo e inconstante.
9 - Improvisar, ter superficialidade, não preparando adequadamente os encontros.
10 - Dar pouco testemunho cristão, não participando da celebração da Eucaristia e dos outros sacramentos.


"Antes de ser um formador o catequista deve ser um verdadeiro discípulo, para que seja verdadeira a sua missão e a sua vocação seja um dom especial de Deus".

PRESENTES DE AMIGOS SÃO SEMPRE ESPECIAIS!

Obrigada Cris (Jardim da Fé), Catarina (Ninos da Catequese),
por estarem sempre sonhando com a gente!
Obrigada Catequista Decca, você tocou meu coração!



quinta-feira, 25 de agosto de 2011

TEMA - CAIM E ABEL

-Objetivo: contar a história dos filhos de Adão e Eva. Falar da inveja que é um sentimento ruim. Falar que devemos ofertar a Deus tudo o que temos de melhor.


-Gn 4, 1-16


-Colocação do tema
   O que Caim e Abel fizeram? (ouvir as respostas) – Ofertas para Deus.
  Abel dedicou ao Senhor sua melhor oferta, enquanto Caim não agiu da mesma forma, o que desagradou e muito a Deus.
  Por inveja, Caim matou Abel e escolheu permitir que o pecado entrasse em seu coração.
   Quais os sentimentos e pensamentos que estavam por detrás das atitudes de Caim?
(Ouça as respostas) – Fúria, ódio, inveja.
   Caim lutou contra o pecado?
(ouvir as respostas)... – Não! Ele não foi humilde, mas orgulhoso... Na verdade Caim permitiu que o pecado tomasse conta de todo o seu coração.
   Nós sabemos que o pecado anda rosnando
(como um cachorro) na porta do nosso coração. Sabemos também que Deus quer possuir nosso coração, então precisamos mantê-lo afastado do pecado. Vamos analisar as atitudes de Caim... E ver o que acontece quando não afastamos o nosso coração do pecado.
  Qual era o trabalho de Abel?
(Ouvir as respostas) - pastor de ovelhas
  Qual era o trabalho de Caim?
(Ouvir as respostas) - Agricultor
  O que os dois irmãos levaram para Deus?
(ouvir as respostas) - Uma oferta.
  Nós podemos aprender com eles observando as ofertas que cada um dedicou a Deus.
  Abel levou para Deus uma oferta que O agradou, pois gastou tempo analisando qual a melhor oferta que poderia dedicar ao Senhor. Na Bíblia diz que ele agradou a Deus. Quando   Abel entregou sua oferta, ele estava demonstrando o desejo real de estabelecer um perfeito relacionamento com Deus, tornando-O dono de seu coração.
  Abel desejava verdadeiramente não dividir seu coração, então tentou fechar a sua porta para o pecado , entregando-o integralmente a Deus.
  Abel tentou honrar e agradar a Deus do fundo do seu coração, então não teve um coração dividido. Isto é tudo que Deus quer de nós.
  A Bíblia não diz que Abel nunca pecou... Só Jesus e Maria não pecaram. Abel tentou firmemente permitir que Deus fosse sempre o dono do seu coração.
  Quando Caim levou a oferta dele. o Senhor não ficou feliz com a oferta de Caim porque ele a deu de forma relaxada e descuidada.
  Caim não pensou muito sobre sua oferta para Deus e apenas jogou alguma coisa no cesto.
  Então o primeiro pecado que Caim cometeu foi não ter honrado a Deus, ofertando o pior e sem alegria.
  Então Deus chamou Caim e lhe deu uma oportunidade de se acertar , Ele sabia que Caim estava sendo tentado para fazer coisas ruins com seu irmão e o preveniu sobre o pecado que estava batendo na porta do seu coração.
  Mas o rosto de Caim logo mudou, ele ficou com raiva, seu coração ficou irado, e não respondeu e nem ouviu o que DEUS estava tentando lhe dizer.
  Caim deveria ter dito
“me perdoe, meu Senhor e meu Deus, pelo meu descaso, eu deveria ter pensado mais sobre Sua oferta. Vou lhe trazer uma nova que O agrade. Perdoe-me!” Se ele tivesse feito isso, estaria fechando a porta do seu coração para o pecado.
  Caim,no entanto, não quis saber de ouvir o que Deus estava tentando preveni-lo e terminou matando seu irmão Abel. Pecou novamente e gravemente
  E então os pecados que ele cometeu e dos quais não se arrependeu... Foram empurrando Deus para fora do seu coração.
  Deus perguntou então à Caim : “Onde está o teu irmão?”. Como foi que Caim respondeu?              Ele falou a verdade ou mentiu? (ouvir as respostas) - Ele mentiu.
  Novamente Caim escolheu abrir a porta do seu coração para o pecado e mentiu para Deus.
  Como Deus nos dá liberdade, então Ele permitiu que Caim fizesse a sua escolha. Caim simplesmente escolheu o pecado fazendo com que seu coração se dividisse, o coração de       Caim não mais pertencia a Deus e o pecado tomou conta do seu coração.
  Deus o tinha prevenido a cada passo errado que ele escolhia dar, mas Caim não ouviu.
  Deus é justo, e Caim sofreu todas as conseqüências do pecado, ele perdeu tudo.
  Deus o ama muito, mas quando você peca, Ele não é mais o dono do seu coração! É como se você mesmo Lhe dissesse:
“Não quero que tomes conta do meu coração”
, mas se você se arrepende de ter pecado e quer que Deus volte a ser dono do seu coração, lembre-se que um dia Alguém maravilhoso que é Jesus, tomou sobre Si os nossos pecados, Ele carregou paciente e amorosamente a cruz dos nossos pecados, das nossas desobediências a Deus, Jesus aceitou por amor a Deus Pai e por amor a nós, morrer pregado numa Cruz, para nos devolver a amizade perdida com o Bom Deus, de tal maneira que podemos nos voltar a Deus e permitir que Ele seja novamente o dono do nosso coração, basta além do arrependimento de ter pecado e o propósito de não mais pecar, procurar um Sacerdote da Igreja Católica Apostólica Romana, que é nossa Igreja, e confessar os meus pecados, não o dos outros, mas os meus pecados, pois foi ao Sacerdote que Deus deu poder “autoridade” para absolver (perdoar) os pecados em Nome DELE. Só assim limpamos toda sujeira e deixamos nosso coração quentinho e aconchegante para que Deus não só seja o dono do nosso coração, mas também venha habitar nele.

Sugestão de atividades:
-Desenhos para colorir.
-Reunir  as crianças em fila e quando você falar Caim elas devem abaixar e quando você dizer Abel elas levantam.
-Desenhar dois corações, em um coração as crianças falarão e você escreverá coisas que desagradem a Deus e no outro elas dirão coisas que agradam a Deus.

Oração
"Amado Bom Deus, obrigado por me amar tanto e estar sempre querendo permanecer junto comigo. Por favor, me ajude a manter a porta do meu coração fechada para o pecado e a permitir que o Senhor tome conta de todas as partes do meu coração.
Amém!"

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

SER CATEQUISTA É UMA GRAÇA DIVINA


O perfil do Catequista
  A vocação do catequista é a vocação do Profeta – aquele que fala em nome de Deus e da comunidade a que pertence.
   O chamamento a ser catequista não é algo pessoal, mas obra divina, uma graça.
  A missão do catequista está na raiz da palavra ‘catequese’, que vem do grego ‘katechein’ e quer dizer ‘fazer eco'.
  Portanto, catequista é aquele que se põe ao serviço da Palavra, que se faz instrumento para que a Palavra ecoe. O Senhor chama-te para que, através da tua vida, da tua pessoa, da tua comunicação, a Palavra seja proclamada, Jesus Cristo seja anunciado e testemunhado.
  O catequista não é só transmissor de ideias, conhecimentos, doutrina. A sua experiência fundante está no encontro pessoal com a pessoa de Jesus Cristo.
    Catequista, que a experiência do encontro com Jesus Cristo seja a força motivadora capaz de te trazer o encanto por este fascinante caminho de ser discípulo, cheio de desafios que o fazem crescer e acabam por gerar profundas alegrias.



Padre Amadeu Nogueira                                            

terça-feira, 23 de agosto de 2011

SANTO DO DIA - SANTA ROSA DE LIMA



Hoje nossa igreja celebra a memória da primeira santa da América do Sul, Padroeira do Peru, das Ilhas Filipinas e de toda a América Latina. Santa Rosa nasceu em Lima (Peru) em 1586; filha de pais espanhóis, chamava-se Isabel Flores, até ser apelidada de Rosa por uma empregada índia que a admirava, dizendo-lhe: "Você é bonita como uma rosa!".
   Rosa bem sabia dos elogios que a envaideciam, por isso buscava ser cada vez mais penitente e obedecer em tudo aos pais, desta forma, crescia na humildade e na intimidade com o amado Jesus. Quando o pai perdeu toda a fortuna, Rosa não se perturbou ao ter que trabalhar de doméstica, pois tinha esta certeza: "Se os homens soubessem o que é viver em graça, não se assustariam com nenhum sofrimento e padeceriam de bom grado qualquer pena, porque a graça é fruto da paciência".
   A mudança oficial do nome de Isabel para Rosa ocorreu quando ela tomou o hábito da Ordem Terceira Dominicana, da mesma família de sua santa e modelo de devoção: Santa Catarina de Sena e, a partir desta consagração, passou a chamar-se Rosa de Santa Maria. Devido à ausência de convento no local em que vivia, Santa Rosa de Lima renunciou às inúmeras propostas de casamento e de vida fácil: "O prazer e a felicidade de que o mundo pode me oferecer são simplesmente uma sombra em comparação ao que sinto".
   Começou a viver a vida religiosa no fundo do quintal dos pais e, assim, na oração, penitência, caridade para com todos, principalmente índios e negros, Santa Rosa de Lima cresceu na união com Cristo, tanto quanto no sofrimento, por isso, tempos antes de morrer, aos 31 anos (1617), exclamou: "Senhor, fazei-me sofrer, contanto que aumenteis meu amor para convosco".
   Foi canonizada a 12 de abril de 1671 pelo Papa Clemente X.

   Santa Rosa de Lima, rogai por nós!
   Meu Senhor, e meu Deus! A minha alma está faminta de vossa presença. Vinde Cristo Jesus habitar em mim, e aqui permaneça fortalecendo-me com o vosso infinito poder para que  eu tenha condições de vencer as tentações, corrigir os meus erros, e me  afastar de tudo aquilo que tem me afastado de vós, ou que possa me afastar da vossa amizade. Pai supremo e bondoso! Todo o meu ser está carente da vossa infinita misericórdia, da vossa paz, do vosso amor. Vem ficar comigo Jesus.
Amém

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

"O homem pode ser feliz sendo verdadeiramente homem.
Não tenha medo de imitar Jesus Cristo!
Não tenha medo de viver e dar vida!"
                 Papa Bento XVI
                                

CONFIRMADA PELO VATICANO!

PRÓXIMA JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE SERÁ NO RIO DE JANEIRO!
A edição do Rio de Janeiro acontecerá com um ano de antecipação, em 2013, em vez de 2014, para evitar que coincida com a Copa do Mundo de Futebol, que será disputada no Brasil em 2014.
  O Rio de Janeiro, cidade emblemática do país com o maior número de católicos do mundo, foi eleita em uma disputa com outra candidata, Seul, capital da Coréia do Sul. Para o Brasil, será o terceiro grande acontecimento a se organizar nos próximos anos, junto ao Mundial de Futebol (2014) e os Jogos Olímpicos (2016).
  Após Buenos Aires, em 1987, a cidade brasileira será a segunda da América do Sul a celebrar o Encontro Internacional de jovens. Com a de Madri, já se celebraram 26 JMJ, todas elas presididas pelo Papa, 11 fora do Vaticano. Trata-se de Buenos Aires (Argentina), Santiago de Compostela (Espanha), Czestochowa (Polônia), Denver (Estados Unidos), Manila (Filipinas), Paris (França), Roma (Itália), Toronto (Canadá), Colônia (Alemanha) e Sydney (Austrália).
  Cerca de 20 milhões de jovens participaram desses eventos internacionais. As JMJ nasceram em 1984, por iniciativa do Papa João Paulo II. A primeira aconteceu em Roma, no domingo de Ramos do citado ano, no contexto das celebrações setoriais do Ano Santo Jubilar da Redenção (1983-1984).
Fonte: Zenit

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

TEMA: ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA


Objetivo: Falar do corpo imaculado de Maria; como e porque Ela foi elevada aos céus e que esta sentada ao lado de seu filho Jesus.

Colocação do tema: 
 Vamos entender melhor o que é assunção.  
  Maria, mãe de Jesus, ao dizer o seu sim a Deus , desde o primeiro momento já foi preparando seu lugarzinho no céu . A cada dia, a cada momento em que se dedicava aos planos de Deus em sua vida, mais perto do céu ela ficava. Até que um dia, terminada sua missão aqui na terra, Deus a chamou a viver no céu com Ele.      
   Ela não foi enterrada depois que morreu. Os anjos vieram buscar a nossa mãezinha querida, Deus havia preparado um lugar especial para ela. Por isso, ela foi subindo, subindo com os anjos até chegar ao céu . 
Isso é assunção... subida de Nossa Senhora aos céus .
   E não estava terminada assim sua missão. Ela agora assumiu uma nova missão, passou a ser nossa advogada, é ela quem intercede por nós, que pede por mim , por você , por ele , por todos nós a Deus.
   E é, sobre todos nós, que ela continua mandando seu amor , sua bênção , sua intercessão .
   Se temos que nos espelhar em alguém para conseguirmos chegar ao céu, essa pessoa especial é Maria . Sua simplicidade, sua dedicação, seu amor , elevou -a cada dia mais próxima a Deus e mais perto do céu .



Sugestão de atividades:
- Desenhos para colorir sobre o tema, podemos encontrar no Blog Pãozinho do Céu.
- Uma música sobre Maria, esta tem a letra bem fácil:
A Escolhida
"Uma entre todas foi a escolhida
Fostes tu Maria a serva preferida
Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador


Maria, cheia de Graça e consolo
Venha caminhar com teu povo
Nossa Mãe sempre será, sempre será  (refrão 2X)


Roga pelos pecadores desta terra
Roga pelo povo quem em seu Deus espera
Mãe do meu Senhor, Mãe do meu Salvador."

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Chegou hoje pela manhã o certificado do 1º curso de férias, promovido pela Layse do Blog
http://catequesekids.blogspot.com/, vejam só que menina mais caprichosa, ainda nos presenteou com o CD Pescadores Kids,  fiquei super feliz....
Layse, que o Espírito Santo continue te impulsionando e fortalecendo!

DEZ RICOS ENSINAMENTOS

Recebi por email estes ricos ensinamentos, e embora já os conheçamos, muitas vezes não aplicamos eles em nossa vida, vale a pena ler e refletir....
1. Deus quer frutos espirituais (amor, paz, longanimidade, domínio próprio), não tolices religiosas.
2. Não existe chave para a felicidade. A porta está sempre aberta.
3. Silêncio é geralmente mal interpretado mas, nunca citado erroneamente.
4. Faça as contas... Calcule suas bênçãos.
5. Fé é a habilidade de não entrar em pânico.
6. Se você se preocupa, você não orou. Se você ora, não se preocupe.
7. Como uma criança de Deus, a oração é como ligar para casa todos os dias.
8. As coisas mais importantes na sua casa são as pessoas.
9. Quando estamos enrolados com nossos problemas, fique calmo. Deus quer que sejamos calmos para que Ele desamarre os nós.

10. A mágoa é uma coisa muito pesada para carregar. Perdoe.

"Tudo que de fato é necessário o Senhor supre"

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Ah, esses moços.....

   Com a palavra nosso Card. Dom Odilo Scherer, Arcebispo de São Paulo, falando sobre a Jornada da Juventude e um pouquinho da realidade de nossos jovens.....




 "Nos dias 16 a 21 de agosto, será realizada em Madrid mais uma Jornada Mundial da Juventude. Promovida pelo Pontifício Conselho para os Leigos e pelas Conferências Episcopais e dioceses dos países escolhidos para sediar a Jornada, ela acontece a cada 2 ou 3 anos. Em 2008, foi em Sidney, na Austrália.
   Madrid será tomada por uma grande multidão de jovens oriundos de todo o mundo; ali também chegará o Papa Bento XVI, no dia 18 de agosto. Mais de 16 mil jovens do Brasil já estão de malas prontas para viajar para a Espanha; levam no coração a esperança de que o Papa anuncie, no final do encontro, o Brasil como país sede da próxima Jornada. A Conferência dos Bispos do Brasil manifestou este desejo ao Papa.
   Foi João Paulo II que teve a iniciativa das Jornadas Mundiais da Juventude, com o objetivo de estabelecer uma nova interação da Igreja Católica com a juventude; isso tem se mostrado eficaz pois, além dos jovens participantes nesses encontros, muitos outros são envolvidos por iniciativas promovidas nos respectivos países, antes, durante e depois das Jornadas. A mensagem passada em cada Jornada acaba alcançando um número incalculável de jovens.
   Nos próximos dias, Madrid será a “capital mundial da juventude”! Vindos de cerca de 170 países, dos mais variados povos, culturas, raças e línguas, os jovens confraternizarão, partilharão experiências e alegrias, contando suas histórias e expressando a riqueza cultural e religiosa de seus povos.
No programa, terão celebrações religiosas e reflexões sobre o significado da fé cristã para o convívio social e para a edificação de seu futuro; mas também haverá muita manifestação cultural e oferta de oportunidades para descortinar horizontes novos na vida e para perceber o mundo a partir do horizonte que outros jovens têm. Será uma verdadeira experiência de globalização a partir de valores compartilhados, onde as diferenças não dividem nem distanciam, mas somam e ajudam a compreender que, no fundo, as buscas mais imperiosas, os desejos mais ardentes e os valores mais genuínos de cada um são os mesmos de outros jovens também, em todo o mundo.
   Em Madrid, será facilmente perceptível que a humanidade é, de fato, uma única grande família, com laços comuns, na qual todos são chamados a se irmanar, respeitar e conviver em paz, ajudando-se reciprocamente na edificação de um mundo bom para todos. A ocasião é oportuna para uma reflexão sobre o que é oferecido hoje às novas gerações, em vista do seu futuro; afinal, é sobre elas que os adultos precisam investir, pensando no amanhã da sociedade e da humanidade.
   Impressiona-me, por vezes, encontrar jovens sem projeto para a vida, que rejeitam a idéia de casar, constituir família, ter filhos... Impressiona-me ainda mais ver tantos jovens entregues ao consumo de drogas que matam, ou envolvidos em organizações à margem da lei e da sociedade, bem conscientes de que sua vida está sempre por um fio!
   E quantas vidas em flor são queimadas, como “arquivos” incômodos ou inúteis, depois de terem sido usados inescrupulosamente?! A “mortalidade juvenil” é impressionante! Alguém observou que os recentes tumultos de Londres mostrariam a “frustração nihilista de jovens urbanos” (O Estado de São Paulo, 10.08, A14).
   Vemos jovens sem perspectivas de futuro, movendo-se na vida em terrenos movediços, sem convicções nem bases para edificar a existência, para os quais o horizonte se fecha por inteiro sobre o instante fugaz de um gozo passageiro! Lembramos ainda de Amy Winehouse? É culpa dos jovens? Seria muito cômodo apenas criticar os jovens.
   É preciso indagar sobre aquilo que lhes é oferecido na educação e na cultura que consomem todos os dias. Em quais fontes bebem para matar sua sede? As bases para os jovens edificarem suas vidas não são postas por eles, mas pela geração adulta e pelo ambiente em que vivem. Como os jovens são preparados para assumirem seu lugar na sociedade, no mundo do trabalho e das responsabilidades sociais? Dados do Centro de Atendimento ao Trabalhador (CEAT) mostram que de cada 4 empregos disponíveis, apenas um é efetivamente ocupado: os candidatos que se apresentam não estão preparados para assumir o posto em oferta! E é jovem a maioria dos candidatos! Sem dúvida, é preocupante. Boa parte deles pode estar perdendo o bonde da história. Olhemos ainda para um outro aspecto da realidade, que interessa aos jovens.          Certezas duradouras estão fora de moda! Vivemos tempos de superficialidade, de coisas descartáveis, de modismos passageiros e novidades “vantajosas”, que suplantam a toda hora as convicções. As coisas valem na medida em que são consumíveis, de acordo com o apetite que podem despertar e satisfazer. O consumismo tomou conta também da cultura e dos comportamentos e se aplica ao próprio ser humano; e tende a invadir o campo das certezas morais e da religião. O subjetivismo e o relativismo produziram uma profunda crise de valores e de referenciais para os jovens. A norma é o politicamente correto, mesmo que esteja desprovido de verdade e de valores!
   “Ah, esses moços, pobres moços!” Os jovens, por natureza, estão projetados para o futuro e têm o direito de sonhar com um mundo melhor, com perspectivas consistentes. Alimentar a sua esperança é tarefa da geração dos adultos, de toda a sociedade. As Jornadas da Juventude querem ser uma contribuição para isso, apontando para os jovens as bases sólidas do Evangelho de Cristo, para que possam edificar sobre elas seu futuro e se enraizar profundamente nos princípios que o Cristianismo: o respeito profundo pela dignidade de cada pessoa, a colaboração e a partilha, a fraternidade, a justiça e a paz. A Jornada de Madrid será uma amostra disso."
Fonte: O São Paulo

ENRAIZADOS E EDIFICADOS EM CRISTO, FIRMES NA FÉ. Col 2,7


   Começou hoje em Madri, o grande encontro de jovens do mundo todo com nosso Papa Bento XVI.
  Aqui em minha Paróquia foram aproximadamente 50 pessoas, juntamente com nosso Pároco José Antonio.
  
         Rogo a Deus que eles que eles voltem repletos do Espírito Santo, e que sejam luz para os jovens que ainda não colocam sua fé em Cristo nosso Salvador!



segunda-feira, 15 de agosto de 2011

SANTO DO DIA - SÃO TARCISIO

Hoje nossa Igreja celebra a vida de São Tarcísio, um pequeno coroinha  que, desde cedo amou a Jesus Cristo na Sagrada Eucaristia, e que é para nós um exemplo a ser seguido.



No ano de 245 d.C., na cidade de Roma, nasceu um menino chamado Tarcísio. Ele gostava de brincar com os colegas nas praças e nas calçadas. Quando Tarcísio completou 7 anos, seus pais faleceram. Ele ficou muito triste, pois os amava e com eles tinha aprendido a ser um bom menino. Mas Deus o amava tanto que lhe deu de presente um novo lar, ele foi adotado por uma família nobre que morava perto de sua casa.
Foram os pais adotivos de Tarcísio que falaram para ele sobre Jesus. Disseram também que naquele tempo os cristãos eram perseguidos e ninguém podia dizer que amava Jesus, pois quem fizesse isso seria devorado pelos leões. Ao ouvir falar que Jesus era filho de Deus, que ele tinha vindo ao mundo para nos salvar e morrido na cruz por amor a cada um de nós, Tarcísio se apaixonou por Jesus e pediu a seus pais para ser batizado e tornar-se um cristão.
A partir do seu batismo começou a ser coroinha e a ajudar o papa Sisto II na hora da santa missa. Passou a conhecer melhor Jesus, com isso aumentava nele a alegria de ser cristão.
Aconteceu que durante a celebração da santa missa, o papa recebeu a notícia de que um grande grupo de cristãos havia sido preso e não queria morrer sem receber a comunhão, então fazia ao papa esse último pedido. No final da missa o papa contou àqueles que estavam ali o que tinha acontecido: alguns disseram:
– Meu Deus, e agora? Quem levará Jesus a eles? Quem terá coragem de ir à prisão, correndo o risco de morrer?
E eis que Tarcísio, acompanhando tudo com os olhos e com os ouvidos bem atentos, levantou o braço no meio deles e disse:
– Eu vou, santo padre, não tenho medo!
– O papa lhe disse:
– Não meu filho, você é muito jovem.
– E ele respondeu:
– Por isso mesmo, ninguém vai desconfiar de mim.
– Diante dessa atitude, o papa autorizou que ele levasse a comunhão aos que estavam presos. Nessa hora, todos os que estavam na catacumba se ajoelharam diante de uma belíssima imagem do Bom Pastor que havia ali e disseram:
– Jesus, salvai-o!
– Tarcísio, porém, disse:
– Prefiro morrer a entregar Jesus Eucarístico aos pagãos romanos.
– O papa deu a ele as sagradas partículas e disse:
– Que os anjos te acompanhem!
– E recomendou:
– Não passes pelo meio da multidão e lembra-te de que essas coisas santas não podem ser dadas aos cães e nem aos porcos. Cuide bem da Hóstia Consagrada.
– Tarcísio, com voz firme e corajosa, disse:
– Se morrer, morro abraçado a Jesus.
– Assim ele deixou as catacumbas e se dirigiu à via Ápia, uma grande avenida que dava acesso à prisão.
– No caminho, seguia tão envolvido com a presença de Jesus, que nem se deu conta dos amigos que se aproximavam chamando-o para brincar:
– Tarcísio falta um jogador para completar o time!- disse um dos meninos
– Ele respondeu:
– Agora não posso, na volta eu pararei para brincarmos.
– Eles ficaram curiosos para ver o que Tarcísio trazia nas mãos e tentaram roubar o seu tesouro, e ele gritou:
– Deixem-me, por favor! Tenho uma missão e preciso ir agora.
– Os meninos então o deixaram partir. Quando estava quase chegando, um grupo de rapazes maus e vadios parou Tarcísio e quis saber o que ele trazia nas mãos.
– Disse um deles:
– Ele leva presentinhos para os presos. Não sabe que isso é proibido?
– Tarcísio ficou em silencio e apertava cada vez mais forte o doce Jesus em seu coração e pedia forças para levá-lo aos que estavam presos.
– No meio deles havia um homem que tinha um punhal e ameaçou Tarcísio dizendo:
– Se você não me entregar o que tem nas mãos, eu o matarei, garoto.
– Tarcísio, corajoso, respondeu:
– O senhor deveria ter vergonha por querer atacar uma criança.
– E o valentão afastou-se dele. Logo em seguida todos os rapazes foram para cima de Tarcísio, derrubaram-no, deram-lhe bofetões e feriram o seu rosto. Depois, uma enorme pedra lançada por um dos rapazes acertou a sua cabeça. Tarcísio ficou cheio de sangue e caído no chão.
– Em nenhum momento deixou de segurar a Hóstia Consagrada, e os meninos avançaram sobre ele abrindo suas mãos. Nessa hora, aconteceu um milagre: a Hóstia Consagrada que ele trazia desapareceu e o grupo de maldosos, não encontrando nada, saiu correndo e deixou Tarcísio no chão.
– Um soldado cristão chamado Quadrato chegou naquele momento e o pegou nos braços, perguntando:
– O que fizeram com você meu jovem?
– E Tarcísio, com voz baixa, respondeu:
– Trago comigo o santíssimo sacramento e deveria levá-lo aos cristãos que estão presos, mas agora me leve de volta para as catacumbas, por favor.
– Quando chegou às catacumbas, o soldado disse:
– Eis aqui, santo padre, o pequeno Tarcísio que se deixou torturar para que a Eucaristia não fosse profanada.
– O papa ficou tão emocionado que escorreram lágrimas dos seus olhos.
– E disse a Tarcísio:
– Meu filho, Jesus está contente com você!
– E Tarcísio com voz ainda mais fraca disse?
– Morro feliz, amo Jesus
– E nessa hora ele deu o último suspiro e foi para o céu.
Tarcísio deu o seu próprio sangue para defender o tesouro da Eucaristia. Com apenas 13 anos, foi para o céu no dia 15 de agosto de 257, ele ficou conhecido pela igreja como padroeiro dos Coroinhas e Ministro Extraordinário da comunhão.
São Tarcísio, rogai por nós!

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

MENSAGEM PARA O DIA DOS PAIS


Pai...
Eu sou pequeno.
Estou na insegurança dos meus primeiros passos.
Não sei falar o que sinto,
Mas sei do que necessito.
Não me negues sua paternidade,
Nem a tua compreensão.
Nem basta que me aponte o caminho.
Quero que caminhes comigo, passo a passo,
dando-me tuas mãos.
Não me negues a tua luz e da tua experiência.
Estou começando aprender.
Responde as minhas perguntas,
Não com mentiras nem com meias verdades.
Fale-me palavras simples,
Do jeito que posso aprender.
Brinca comigo.
Seja meu herói,
Meu grande amigo:
e me ensina a bem viver.
Oh! Pai, eu sou criança,
Cativa-me amando-me.
Desejo sentir-me “teu filho”
E ter o tamanho de tuas esperanças.





quinta-feira, 11 de agosto de 2011

TEMA - ADÃO E EVA

Objetivo

Ensinar às crianças que por causa do pecado de Adão e Eva, todos nós nos tornamos pecadores também, mas quando nos arrependemos e procuramos o Sacramento da Confissão, confessando nossos pecados à um Sacerdote, e pedindo a Deus perdão por termos pecado, recebemos de Nosso Senhor  Jesus Cristo, o perdão de todos os pecados; desde que arrependidos e confessados; e assim nossa alma volta a ficar limpinha e alva diante de Deus. Voltamos a viver na Graça de Deus.

Colocação do tema:
Ler ou contar com riqueza de detalhes:    Gn 1, 26-31;2;3,1-24

Refletindo:
   Adão e Eva desobedeceram a Deus, o homem pecou e por isso mereceu o castigo: já não pode mais ficar no Paraíso.
   Com o pecado o homem mereceu a morte, o sofrimento e a dor. A morte pior foi a separação de DEUS.
   Mas Deus tem preparado outro lindo lar, especialmente para você e para mim.
O lindo lar que Deus tem preparado para nós é o Céu. Deus nos ama. Ele quer que um dia todos morem com Ele em Seu lindo lar, o Céu. Mas Deus não pode nos deixar ir para o Céu com as coisas feias que fazemos. Deus chama estas coisas feias de pecado. O Céu é lindo, lindo, lindo, e lá o pecado não pode entrar. O Céu é um lugar muito alegre. Se o pecado e as coisas feias entrassem ali, fariam do Céu um lugar triste.
   Então Deus quer que moremos no céu, então Ele nos mandou um lindo presente, Seu Filho Jesus que é a Luz em nossa vida.Assim como nós precisamos de luz, para podermos estudar, ler, atravessar a rua... Assim também é nossa vida com Jesus, Ele é a nossa luz que nos ajuda a fazer as coisas certas. A pessoa que não caminha com Jesus anda em trevas, na escuridão, não consegue enxergar a Deus e por isso não obedece a Ele, e não pratica o bem.
 A escuridão representa o pecado, às maldades que nós fazemos e entristecemos a Deus. Pecar é desobedecer a Deus, é trocar a vida pela morte.

Sugestão de atividades:
Esta idéia encontrei noBlog Primeira Eucaristia-Crescer em Comunhão da Cris Menezes:



Boliche Catequético - Derrubando o pecado
Boliche conficionado com garrafas pets pequenas, e nelas são escritos pecados e virtudes. Separa-se as crianças em dois grupos, e vence quem derrubar o maior numero de garrafas com pecados. Achei esta brincadeira bem interessante, para a criança compreender que devemos vencer o pecado.

SANTO DO DIA - SANTA CLARA DE ASSIS


Clara de Assis, humilde, branda, dócil, amorosa, amiga, irmã, carinhosa, valente, perseverante, e tantos outros adjetivos poderíamos atribuir a esta mulher, no entanto, queremos destacar o adjetivo que mais a caracterizou, o de ser fraterna. Santa Clara foi altamente fraterna, não por ter vivido em fraternidade, que é o modo franciscano de evangelizar, mas por querer viver altamente sua condição seguidora do grande mestre, Jesus Cristo.
Para a época medieval o modo franciscano que Clara abraçou foi inovador e, por isso viver em Fraternidade era algo excepcionalmente diferente do comum de sua época. Aquelas que eram predestinadas e desejavam viver a vida religiosa feminina só lhes era possível o modo monástico. Clara de Assis iniciou um modo diferente de viver a vocação. Este modo diz respeito ao do modo Fraterno de viver.
Viver em Fraternidade para Santa Clara era como imitar a primitiva comunidade, a comunidade dos primeiros cristãos, e por isso quando escreve a Inês de Praga, Clara aconselha e recomenda a todas as irmãs de sua época e as que iriam futuramente abraçar esta vida, que se empenhasse no seguimento do Cristo pobre, humilde e crucificado.
Seguir a Cristo para Clara significava apreender do próprio Jesus, a ser simples, humilde, pobre, honesto, santo. No entanto, tudo isso não seria possível vivenciar a partir da condição humana. Em relação a isto ela afirma: “Não é por nossos méritos, mas é pela Graça do Pai das Misericórdias”. 
Clara de Assis vibrava no Amor, vibrar este que a coloca na condição de puro Amor, ou seja, o Amor estava no centro de sua vida. E como ela mesma experimentava esta condição, desejava que suas irmãs pudessem também mutuamente amar-se, mas não era um amar como o mundo prega, e sim amar com a caridade de Cristo.
A exemplo de Cristo Santa Clara desejava ardentemente que suas irmãs demonstrassem por meios das obras este amor e amando pudessem crescer no Amor de Deus. Assim, poderiam mutuamente viver a caridade.
O evangelista Mateus nos apresenta o ensinamento de Cristo, o qual pede que a exemplo do Pai das Misericórdias possamos ter compaixão para com nossos irmãos, em especial para com aqueles que pecam. Ser misericordioso é algo próprio do ser cristão, assim como é próprio do carisma franciscano e clariano. Clara sempre olhou suas irmãs a partir da ótica do Pai das Misericórdias. 
Cristo não só ensinou aos seus que é justo e necessário ser misericordioso, como também afirmou que “onde dois ou três estiverem reunidos em seu nome ele estará no meio deles” . Este estar reunido simboliza o que é de mais sagrado na vida fraterna. Estar reunido, então, significa estar em comunhão. Para Clara de Assis, estar em comunhão é fazer se irmã, amiga, mãe, companheira e, sobretudo amar sem reservas e medidas.
Clara de Assis ainda hoje nos ensina que é necessário provocar mudanças fortes em nossas vidas e colocar no centro delas o amor, amor este que é a fonte que nutre, congrega, reúne e anima a caminha.
Frei Osvaldo Maffei, OFM
   "Senhor, ajuda-me a viver em comunhão com aqueles que me rodeiam, que o Seu amor  cresça em mim, para que eu possa amar verdadeiramente meus irmãos."
   Amém

terça-feira, 9 de agosto de 2011


O nome do Senhor vou invocar;
vinde todos e dai glória ao nosso Deus! 
Ele é a Rocha: suas obras são perfeitas.

sábado, 6 de agosto de 2011

E TEM MAIS PRESENTES PARA NÓS CATEQUISTAS BLOGUEIROS OU NÃO.......

As catequistas amigas do  Blog Catequese Caminhando farão um sorteio, passem lá para saberem mais detalhes.......





sexta-feira, 5 de agosto de 2011

PRESENTE PARA OS CATEQUISTAS

AMIGOS, TEM PROMOÇÃO IMPERDÍVEL NO BLOG DA LUCYANNA (CATEQUISTA, SEMEANDO AMOR), NÃO PERCAM, PARA SABER MAIS DETALHES CLIQUE AQUI
NÃO PERCAM!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

PENSAMENTO DE SÃO JOÃO MARIA VIANNEY

"Um bom pastor, um pastor segundo o coração de Deus, é o maior tesouro que Deus pode conceder a uma paróquia e um dos dons mais preciosos da misericórdia divina. O sacerdote é o amor do Coração de Cristo"

SANTO DO DIA


SÃO JOÃO MARIA VIANNEY (1786-1859)
São João Maria Vianney também é conhecido como Santo Cura d'Ars. Nasceu em 1786, na França, no seio de família muito católica. Entrou para o seminário, mas como era muito ignorante foi reprovado e expulso do seminário. Porem, devido a sua profunda piedade e por que faltavam padres naquela época, conseguiu por favor do bispo, ser ordenado. Não recebeu porém, autorização para confessar os fiéis. Foi nomeado pároco de uma vila de Ars, por isso é conhecido como Cura d'Ars. Começou então a sacrificar-se pela sua paróquia, jejuava muito, outras vezes comia somente batatas ou pão velho, dormia no chão, flagelava-se...tudo para salvar as almas... Recebeu então autorização para ouvir confissões. Multidões passavam pelo seu confessionário, ele ficava mais de dezoito horas ouvindo confissões diariamente.
João Maria Vianney faleceu em 1859, com 41 anos.
É o Patrono dos sacerdotes.






   Rezemos por todos os sacerdotes do mundo, para que eles fortalecidos e iluminados pela fé em Cristo, nosso Senhor, sejam os verdadeiros Pais em nossas comunidades.