terça-feira, 5 de junho de 2012

TEMA: CORPUS CHRISTI - DEUS SE FAZ PÃO E NOS TORNA IRMÃOS

                                
Objetivo: Compreender a importância da Festa de Corpus Christi. Entender  que  a Eucaristia é muito importante porque é nela que Jesus está vivo e presente, que foi Jesus que a instituiu, que em todas as Missas, Jesus se torna presente como alimento espiritual.


Este foi o último tema desse semestre, porque começaremos os ensaios  para as festividades juninas.
Então, foi assim:


-Começamos, como é de costume e imprescindível em um encontro de catequese, invocando a Santíssima Trindade e o Espírito Santo.
Como de costume também, sentamos em roda e no centro colocamos uma mesa coberta por uma toalha branca, um cálice com suco de uva e um pão (destes tipo sovado).
Como introdução do tema fizemos as seguintes perguntas:
- Vocês conhecem algum alimento que não se compra em lugar nenhum?
- Algum alimento que não envelhece e estraga?
As respostas foram negativas e eles não tiravam os olhinhos da mesa.
Então apresentamos a eles o preciosíssimo alimento que vem do céu: a Eucaristia (Corpo e Sangue de Jesus Cristo (ali representados pelo pão e suco de uva).
Perguntamos ainda:
- Quem se lembra da refeição que Jesus fez antes de morrer?
Relembramos como e quando a Eucaristia foi instituída.
Falamos que a Eucaristia acontece na Missa, na hora da Consagração, onde a hóstia se torna Corpo de Cristo e o vinho o seu Sangue.
Que a Eucaristia é o grande milagre de Jesus de ficar em um pedacinho de pão.
Que, quem gosta de Jesus e quer ficar sempre com Ele, vai à missa. Pois, é lá que recebemos o pedacinho de pão em que se encontra Jesus, ao qual damos o nome de Hóstia.
Dissemos que eles estão fazendo a catequese para serem cada vez mais amigos de Jesus e assim receber este grande presente.
Falamos também da importância da festa que se aproxima: Corpus Christi.
Contamos um pouco da história da festa. Como e quando surgiu.


Fizemos com eles também uma pequena celebração, onde lemos  este trecho da Bíblia:    Lc 22,14-20, fazendo os mesmos gestos feitos por Jesus.
E em seguida, partilhamos com eles o pão e o suco de uva.
Esta foi a melhor parte para eles, pois foi como se sentissem maiores, já capazes de comungar...
Depois cantamos juntos o canto "Meu Deus, foi você..." (inspirado no Salmo 138):


Meu Deus, foi Você Quem me fez assim:
Sou obra, Senhor, do Seu grande amor!
Você me conhece por dentro,
e sabe melhor do que eu quem sou:
Você em mim, eu em Você!
Meu Deus, com Você sou feliz!

Refrao:
Jesus, nossa Luz, Jesus, nosso Pão!
O encontro de amor minh'alma bendiz!
Jesus, nossa Luz, Jesus, nosso Pão,
Meu Deus, com Você sou feliz !

2.Esteja onde eu estiver, Senhor,
não posso fugir, nem me esconder...
Você, Seu olhar me alcança,
e sabe a palavra que vou dizer:
Você em mim, eu em Você,
meu Deus, com Você sou feliz !

3.Você é meu Deus, como o puro ar,
envolve meu ser, me cerca de amor !
E como peixinho na água,
me sinto bem dentro, em Você, Senhor !
Você em mim, eu em Você,
meu Deus, com Você sou feliz !

4.Eu quero ficar sempre com Você,
que a vida me deu e cuida de mim...
Não deixe que eu erre o caminho,
Sua mão me conduza até o fim!
Você em mim, eu em Você,
meu Deus, com Você sou feliz!

Terminamos este encontro com preces espontâneas e as orações do Pai Nosso, Ave Maria, Santo Anjo.


                                            
A Festa que conhecemos por Corpus Christi é uma homenagem à Sagrada Eucaristia, pão e vinho consagrados, ou melhor dizendo, ao Corpo e ao Sangue de Cristo, deixado a nós como herança, que é comemorada há muito tempo. Esta festa surgiu na Idade Média, onde depois de quarenta dias da Páscoa (Ascensão do Senhor), mais dez dias (Pentecostes), mais sete dias (Santíssima Trindade) e mais cinco dias, ou seja, numa quinta-feira, é comemorada a celebração solene de Corpus Christi (Corpo de Cristo, em latim). Esta celebração é bastante comemorativa, pois se trata de uma grande homenagem da Igreja, povo de Deus, ao próprio Senhor da Igreja, Deus, com uma solene celebração, seguida de uma procissão (com Jesus Eucarístico), encerrando com um momento de Adoração ao próprio Deus,que é digno de toda esta ação de graças.

2 comentários:

Cris Menezes disse...

Oi, Ivani. Obrigada sempre pela sua presença no meu blog, viu!!!

Que lindo este encontro sobre Eucaristia. Nunca tinha pensando na Eucaristia como um alimento que não estraga e nem se compra!!!! Maravilhosa esta comparação. Vou contar isso para minhas crianças. Obrigada por partilhar. abçs

Morgana Portugal disse...

Parabéns pelo encontro, muito bom, adorei. Vê se nos faz uma visitinha também, o nosso blog é novo, mas já tem bastante novidade.
Bjs
www.catequesesaojose.blogspot.com