segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

SANTO DO DIA

 Nossa Senhora de Guadalupe, ou Virgem de Guadalupe.
Patrona da Cidade do México, do México (País) e da América.


Aparição de Nossa Senhora de Guadalupe

   Um mistério de grande magnitude com o qual os cientistas se deparam é o da imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, impressa no manto (tilma) de um indígena mexicano, chamado Juan Diego.
   Segundo relato do próprio Juan Diego, uma senhora de radiante beleza apareceu-lhe no dia 9 de dezembro de 1531, quando ele se encaminhava à Missão Franciscana, na cidade vizinha, a fim de assistir à missa. Ela o chamou carinhosamente pelo nome e, após conversar com ele, prometeu vê-lo novamente. Num dos encontros seguintes, disse-lhe para pedir ao bispo para construir uma capela naquele local. Juan Diego procurou o bispo e este, não acreditando em suas palavras, pediu-lhe uma prova.
   Ao se encontrar novamente com a senhora, transmitiu-lhe o pedido do bispo e ela mandou que subisse ao alto do morro e colhesse as mais lindas flores que lá encontrasse. Deveria guardá-las em seu manto e levá-las ao bispo, cuidando, porém, de abrir o manto apenas na presença dele. Juan Diego estranhou, pois era inverno e não poderia haver flores naquela época. Porém, fez como lhe fora mandado. Para o seu espanto, no local indicado, encontrou rosas das mais lindas espécies, as quais colheu e levou ao bispo.   Chegando lá, abriu o seu manto e, para o assombro dos presentes, enquanto as rosas caíam do seu regaço ao chão, em seu manto foi se plasmando a imagem de uma linda mulher, tal como fora descrita por Juan Diego anteriormente.
   A partir desse fenômeno, este manto passou a ser conhecido como o Manto de Nossa Senhora de Guadalupe, e se encontra exposto na Basílica de mesmo nome, no México.
O tecido do manto, onde está impressa a imagem, é uma urdidura feita com fibra de aiate, uma espécie de pita mexicana, que se decompõe por putrefação em aproximadamente vinte anos. Atualmente, já conta com 457 anos, estando em perfeito estado de conservação, apesar de ter permanecido por séculos exposto aos rigores do calor, do pó e da umidade.
   O sábio alemão Richard Kuhn, prêmio Nobel de Química, após examinar profundamente uma amostra da pintura, constatou que sua policromia não procede de corantes minerais, vegetais ou animais!
   Submetida à análise fotográfica com raios infravermelhos, dois cientistas da NASA constataram que:
   O manto não foi submetido a nenhum processo que pudesse atuar como elemento protetor, o que torna simplesmente inexplicável sua conservação.
Inexiste esboço prévio na "pintura", como os que se descobrem, pelo mesmo processo, nos quadros dos grandes mestres. A imagem foi pintada diretamente, sem esboços nem correções;
   Não há pinceladas. A técnica utilizada é totalmente desconhecida na história da pintura. É inusitada, incompreensível e irreproduzível.
   Não bastasse tudo isso, a imagem apresenta ainda um fenômeno incrível, a atestar sua origem e o objetivo com que foi produzida. Trata-se da descoberta do Dr. Aste Tonsmann, através da digitalização da íris dos olhos de Nossa Senhora. O processo utilizado consiste em dividir a imagem em quadriculados microscópicos de tal magnitude que um milímetro quadrado fica subdividido em 27.778 quadradinhos. Ampliando 2.000 vezes cada um desses quadradinhos, foi possível observar pormenores impossíveis de serem captados à  simples vista. A íris humana reflete, como um espelho, as imagens que estão sendo observadas. Pois bem, a íris da pintura de Guadalupe está refletindo o seguinte: um índio em atitude de desdobrar a sua tilma diante de um franciscano; o próprio franciscano em cujo rosto se vê deslizar uma lágrima, um camponês muito jovem, com a mão posta sobre a barba em atitude de consternação; um índio com o dorso despido em atitude quase de oração; uma mulher de cabelos crespos, provavelmente uma negra da criadagem do bispo; uma mulher e uns meninos com a cabeça meio raspada e outros religiosos franciscanos.
   É impossível alguém pintar num espaço pequeno como o da córnea de um olho impressa em uma imagem de tamanho aproximado ao do natural uma cena (presumivelmente aquela em que, segundo o relato citado, deu-se a aparição de Nossa Senhora na tilma), que foi preciso ampliar tanto para poder ser percebida.
Manto do índio exposto na Basílica de Nossa Senhora  de Guadalupe, México
Fonte: Cadê meu santo

7 comentários:

Reinaldo Fonseca - Pascom Paroquial disse...

Olá! É sempre bom visitar seu blog.
A exemplo de Maria, digamos um SIM generoso e total ao Senhor.
E o nosso coração e a nossa família serão uma MORADA para o Salvador.
Só assim o "Senhor estará também conosco..."
e a nossa alegria nesse Natal será completa...
Bom domingo na Paz e no Amor de Cristo,

Reinaldo

Catequizando Feliz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Catequizando Feliz disse...

Oi, Ivani!! Seu blog está um espetáculo!!!!! Adorei esta imagem de Jesus nos braços de Maria. Ivani, você mora perto da canção Nova? Vou viajar no carnaval para Canção Nova. Já pensou se desse para a gente se conhecer??? rsrs bjs Cris

Kesia Lima disse...

Um bebê muito especial está prestes a nascer, é Jesus que vem chegando para renovar a esperança em nossos corações e iluminar a terra com seu testemunho vivo de amor ao próximo. Que Jesus possa encontrar um lugarzinho especial para nascer no seu coração e se faça presente em sua vida todos os dias do novo ano que vai chegar, preenchendo seus dias de alegria e restaurando as suas forças para mais um ano de caminhada rumo ao céu. Um grande abraço e a paz do Menino Jesus!
Tem um selinho especial pra você na lateral do meu blog (jardimdaboanova.blogspot.com). É uma família que deseja visitar seu blog e sua vida. Quando tiver um tempinho, passa lá pra conhecer essa família. Tenho certeza que você vai gostar.

catequese é vocação disse...

É Natal.
Tempo de fé.
Felicidade nos corações humanos.
Esperança de dias melhores.
Inspirações de amor.
Família reunida.
União cristã.
Encontros acontecendo.
Festa preparada.
Estrela brilhando,
Cristo nascendo.
Tempo preparado, para vê-lo chegar.
Céu aplaudindo.
Caminhos se abrindo.
Vida florindo.
Mundo sorrindo.
Fraternidade se manifestando.
Gente perdoando.
Mãos se juntando.
Humanidade agradecendo.
Tudo é prece.
E momento de paz.
Ele veio para nos salvar...
Por isto
É Natal!



Feliz Natal pra vc e sua familia...Enia

Helso e Ivani disse...

Olá chará. Vim fazer-lhe uma visitinha e desejar-lhe um ano novo cheio de paz, saúde e tudo de bom.
Abraços e fique com Deus!

Cláudia de Jesus Pinheiro disse...

Olá Ivani, estou passando para lhe desejar um Feliz Ano Novo e pedir que passe lá no blog para pegar o Selinho dos Catequistas Unidos 2012!
http://catequesenanet.blogspot.com/2011/12/catequistas-unidos-crescendo.html
Troque o selo anterior pelo 2012, vamos nos preparar para grandes conquistas no ano que se aproxima!
Paz de Cristo!